quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

E para 2010...

Daí que tá acabando né... mais um ano... 365 dias de puro entusiasmo, estress e alguma coisinhas aprendidas...
O reveillon passado foi em Sucupira Beach com a família que Deus me deu e que eu amo mais que tudo...
Casei dias depois, em uma cerimônia linda e repleta de momentos bons - e ruins também. Alguns ainda não superei...
Passei por momentos de intensa instabilidade, querendo me jogar do sexto andar e então... bem, "Deus não dorme", minha mãe insiste...e Ele estava bem ao meu lado afagando meus cabelos cheios de nós e sussurrando em meus ouvidos que o amanhã seria melhor...
.
"Como será o amanhã? Me diz como será... O que irá me acontecer? O meu destino será como Deus quiser..."
.
Bem, o ano correu muito rápido...casamento, facul, trabalho...e quando eu me levantava de um problema, vinha outro e dava na minha cabeça...bem, chegou um ponto que eu parei de lutar contra a maré...virei de costas pra ela, peguei um jacaré até beira e fiquei, estrategicamente bem colocada, apreciando o por-do-sol...
.
Fiz as pazes comigo mesma... Descobri que ainda poderia ser aquela pessoa que tinha palavras boas a dizer - e não ser a mensageira do apocalipse apenas (ahsuahuash). Me re-conheci, re-descobri...
.
Me mudei...na minha casa é do jeito que eu quero...
Afinei algumas relações, deixei outras mais de canto, esperando...
Cresci - que bom...E ganhei de presente de Deus e da vida uma filha, que tá na barriga ainda...
.
Hoje me vejo muito diferente do que me via dia 30/12/2008. Hoje me vejo serena, mais tranquila, mais esperta. Hoje sei melhor controlar meus ímpetos e simplesmente ficar quieta quando é melhor.
Hoje eu só espero o melhor momento de fazer as coisas.
.
Para 2010, bem, o que desejar mais?!
Eu quero que Deus me dê saúde para ver minha filha crescer...me dê energia para correr atrás dela. Me dê paciência para criá-la com sabedoria. Me dê jogo de cintura para saber o que fazer. Enfim, hoje, o que eu desejo para 2010 é que eu me torne uma pessoa melhor, para ser um exemplo positivo e de crescimento.
Desejo também que as pessoas pensem antes de agir, por que gentileza gera gentileza sim e educação tem que partir de quem tá afim...não espere de um ignorante que ele tenha um ato de compaixão com o próximo.
Desejo que minhas amigas continuem minhas amigas, cada vez mais próximas!
E que minha família continue exatamente como é - louca, briguenta, gritona e com muito amor!
Desejo que o Leandro tenha mais paciência ainda comigo, porque além de grávida tô chata demais!!!
E que no trabalho, as coisas continuem crescendo e melhorando.
.
Um 2010 de tirar o fôlego pra todo mundo!
.
Xoxo

quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

Esmiuçada...

As vezes penso que, pra alguém que não gosta de se expor, ter dois blogs e um orkut é meio contraditório...
E depois de tudo que aconteceu esse ano, bem, não poderia deixar de fazer um auto-resumo sobre mim...Pq sim, eu mudei muito nos últimos anos. E mudei ainda mais nos últimos meses...
Não que eu sinta saudade de quando blusa branca sem sutiã era meu uniforme, mas sinto falta de alguns dias em que eu tinha mais energia pra levantar a cabeça...Claro, o desânimo pode ser do calor e dos hormônios da gravidez, mas enfim...
Hoje, eu sou muito mais calmaria que tempestade. Ainda sou bem filha de Iansã e amo um temporal, mas só do lado de fora de mim e da minha janela...
Amo algumas coisas e não as troco por nada: Babalu e Laisinha, família, amigos, cachorros - os meus e os dos outros (e os sem dono tb!), chocolate, o doce do Babalu, livros, rock n' roll e boa música, vestidos, calças largas, óculos de sol, dia de chuva, um bom churras, filosofia, psicologia, saltos finos e altos, unhas vermelhas e, apesar da distãncia, um bom black label cowboy na beira de uma mesa de biliar...
Ainda desgosto de algumas coisas e pessoas, mas prefiro não falar.
Prefiro falar dos sentimentos que não gosto: não gosto de falsidade, de discriminação, de ignorância, gente grossa, gente que não sabe falar, gente que berra nos meus ouvidos mesmo quando aparentemente em silêncio...gente feia por dentro, que é maldosa..e infelizmente, eu conheço várias assim.
Posso dizer que sou uma boa mistura de música clássica e velho rock n' roll...Pq sim, "todos os psicopatas amam música clássica..." e no meu círculo existem várias tipos de psicopatas!!
Hoje penso mais antes de falar, por que eu sei bem o que palavras ditas de forma desordenada e "sem querer" causam de estrago no coração de alguém. Como diria Dalai Lama "a pedra...depois de atirada, a oportunidade...depois de perdida, a palavra...depois de dita...". Já magoei pessoas por querer. E depois de alguns anos eu senti na pele o que é ser humilhada, ser maltratada, ser mal compreendida, ser magoada...
A vida não esquece de algumas coisas...e sim, o mundo é redondo!
.
Sou meio extremista em algumas questões: não curto injustiça e odeio os direitos humanos...mas isso é assunto pra outro texto.
.
Já tive a ponto de explodir de raiva...e de transbordar de amor...
Já chorei de rir e ri muito depois de crises de choro...
Tive ombros pra compartilhar dores e por vezes, me vi sozinha, mesmo quando várias mãos se estendiam ao meu auxílio.
Minha fé já esteve abalada e tive vários belos desafios pra ultrapassar e me provar que Deus não dorme. E já gritei com Deus chorando de raiva, pedindo explicações para minha falta de sorte, quando na verdade eu estava sendo abençoada com um novo enredo de vida...
E eu já acreditei muito que determinadas coisas aconteceriam e elas...não aconteceram! E eu fiquei de cara comigo e com o mundo, mas descobri depois de um tempo que raiva e whisky é uma combinação explosiva e que, em uma mente descompassada, não funcionam bem juntas.
Tenho TB diagnosticado, mas tenho muita educação! E tenho pra mim que patologia não pode ser usada como desculpa para erros recorrentes. Descobri também que as pessoas se cansam de te estender a mão, quando tu insite em puxá-las para o abismo junto. Então, levantei de lá rumo a um céu imaginário cheio de lombadas e buracos, tal qual uma pista divertidíssima de motocross!
.
Em meu eterno auxilio, uma mãe perfeita, um pai forte, um marido com um amor e uma paciência que não acabam, amigas que não tem preço... e eu achava que o mundo não sorria pra mim...
.
E pra (re)começar, uma gravidez mais que bem vinda, que chegou em um momento de felicidade e não de desespero. Uma princesa linda que certamente fará de meus dias e noites pequenos paraísos de momentos inesquecíveis...
.
Bem...pra quem tinha pensamentos suicidas aos 16 anos e bebia cântaros desde os 14 anos, até que me dei bem até agora...
.
A verdade é...ando em um período de paz comigo. E sentir e saber disso disso já é, por si só, maravilhoso.
.
Xoxo

terça-feira, 22 de dezembro de 2009

Updatando

Bem, nos últimos dias:

- Saímos, as gurias e eu, para a nossa tradicionalíssima janta de Natal, que esse ano foi no Outback. Bah, a cebola tava maaaara mas me fez mal; comi mais que devia; tirei a Grá na amiga secreta (até isso, não basta engravidar junto e ser menina das duas...); a Laís ganhou um chocalho lindo em forma de cavalo marinho amarelo. Esse ano tivemos as presença das princesas que ainda vão nascer, Laisinha e Isa, aprendendo que amizades de verdade não precisam estar em constante e permanente contato físico, desde que o amor esteja presente sempre na mente e no coração...
...
- A demanda caiu, o trabalho está caaaaalmo, como já era de se esperar e algumas novas resoluções estão sendo apontadas... essa é a parte que eu menos gosto do final de ano...fora o Natal, claro!
...
- Estou inchando todaaaa, o que também era de se esperar. A barriga está enorme, os tornozelos também...haushaushaus Meu nariz sangra ás vezes, mas cada vez que a minha "minhoquinha" mexe, eu me sinto mais feliz - e com mais vontade que o tempo passe logo pra eu poder amassar ela!
...
- Ontem fui no aniver de 02 anos do Davi, filho de um primo, que eu ainda não conhecia. De repente, me senti uma estranha no meio da própria família. Senti falta do Maux*...falta do tempo que convivíamos mais. Eu tinha primas que nem sabiam quye eu estava grávida. Lembrei então de algo que disse ao meu irmão, not so long ago... "Quando nos distanciamos, perdemos um vínculo que depois, com a reaproximação, nem sempre é resgatado". De qualquer forma, gostei de ver que as crianças cresceram e que algumas coisas permanecem just like the same...
...
Enfim, devaniando nesses últimos dias de um ano que foi extremamente tumultuado; que começou estranho; passou por trevas e está acabando com a chegada de uma princesa...um legítimo conto de fadas - meio dantesco por alguns períodos, mas se até Dante conseguiu descrever um bom céu depois daquele inferno, eu creio que meu 2010 será bem melhor também...
...
* O Maux era meu primo. Faleceu há 05 anos. E eu sinto muita saudade dele. E eu queria muito que ele estivesse aqui pra ver a Laís crescer. Mas...Deus sabe o que faz...E eu sei que, em algum lugar, ele está rindo do jeito que só ele ria!
xoxo

sábado, 12 de dezembro de 2009

Anti-Natal

(ainda sem saber direito se com ou sem hífen...)
.
Vai dizer, Natal é um saco...
Tu passa pelas lojas e é sempre aquela chateação de música tocando (jingle bells...). Sempre algum palhaço vestido de papai noel se achando o máximo...distribuindo balas para as crianças e trancando as calçadas.
Afffe...
E as ruas? Meu deuuuuuus...tudo lotado. Entrei na Converse do Iguatemi a duas semanas e já estava insuportável....e ainda nem tinha virado o mês...
As vitrines são bonitas e tal, mas aaaai...tudo vermelho e verde...mil e uma funções e comidinhas especiais...ai não...
.
Todo ano eu e as gurias fazemos uma "janta" de Natal, mais para nos encontrarmos e dar risadas do que propriamente celebrar o espírito natalino, que aliás, anda bem pobrinho ultimamente. Ta, a janta é legal, sempre pegamos um lugar bacana, gastamos o que não temos comendo o que não precisamos, mas vale pelos momentos de convívio e fortalecimento de laços...

Tenho amigas que falam que este será meu último anti-natal, pois com a chegada da Laís, vou ter que ter árvore em casa e fazer aquela papagaiada de papai noel e o escambal...

Mas esse ano, eu estou me reservando ao direto de achar tudo isso um saco. E não é nem os cheios de presentes do insuportável papai noel...
Ps: papai noel pra mim é um lance meio pedófilo...o cara curtir se disfarçar para receber crianças sentando no colo?? Iiihhh...eu hein...

terça-feira, 8 de dezembro de 2009

Vai entender...

Porque gostamos mesmo é de ter uma sarna uma sarna para se coçar...

Quando estamos solteiras, queremos mais é ter um "rolo", um "casinho", alguém que nos faça sentir arrepios...bem, quando esses arrepios tornam-se tremores - de raiva, medo ou falta de paciência - queremos então estar solteiras...daí começa todo o dilema feminino: "ai que vontade de estar solteira! Ai que vontade de ser 'livre'! Ai que vontade de não ter que dar satisfação..."
Então, nosso senso de auto-destruição nos manda às favas e diz "vai lá e faz!"...e a gente faz, bem mandadas que somos.

E recebemos como prêmio nossa tão preciosa liberdade...pra então, depois de 06 meses começar a reclamar com as amigas "ai que vontade de ter um rolo...ai que saudade de um namorado..."...

Mulher, como dizem, não está nunca satisfeita: quando tem, não quer...quando arruma, quer diferente...quando arruma um perfeito, ele não é compatível com a atuação sexual...e por aí vai...

Tenho amigas que gostam que estar solteiras... mas algumas delas já estão reclamando que precisam do tal "rolo" e "casinho"...sabe... para aqueles momentos de chuva, aqueles dias de cansaço, onde apenas encostar a cabeça no peito de alguém é revigorante...

Estão com saudade de sentir os arrepios crescerem antes de virarem tremores...
.
xoxo

sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Quick ones...

Jair: Tu ta gordinha hein?!
Eu: sim, to grávida de 06 meses...
Jair: ...
.
"...Pq a silvia helena é tão baixa que não pode usar O.B....ela tropeça na cordinha..."
.
Eu:Tu te converter em Muçulmana surpreendeu até Meca...
Rejane: Pq?
Eu: Pq depois de vários anos até choveu lá...
.
xoxo

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

Grêmio X Flamengo

Eu tento me abster dos comentários a respeito do jogo do próximo domingo; mas nessa época de incertezas e muitas acusações, minha garganta ta coçando e meus dedos latejando...vou ter que falar!
Ontem, enquanto escutava o Sala de redação, rolava uma disputa acirrada sobre facilitação e entrega, e em determinado ponto foi levantada uma situação hipotética e uma questão interessante: "Aos 45 do segundo tempo o centroavante do Grêmio invade a área do Flamengo e é derrubado: penalti. E agora?
Se o jogador perde o gol, é facilitação. Se o jogador faz o gol, seremos obrigados a escutar por um tempo indeterminado brincadeiras que dizem que o título do Inter ocorreu com a nossa cooperação."

E daí eu questiono: o que é pior?
Eu não gosto do Flamengo. Mas gosto menos ainda de ouvir flauta de colorado.
Eu, como gremista apaixonada que sou, quero que meu time ganhe sempre, apesar de saber as limitações do Grêmio durante os últimos anos. E em todo esse campeonato brasileiro, o histórico do Grêmio não é favorável fora de casa, todo mundo sabe...

Sou a favor de um jogo honesto. Mas em um maracanã lotado de torcedores fanáticos, com um barulho ensurdecedor, com a pressão de suspeitas infundadas e ameaças constantes, eu duvido que meu tricolor amado ganhe essa.

E então eu escutei o melhor comentário a respeito, de um outro torcedor tricolor:
O jornalista pergunta: "Se o Grêmio entrar na área do Flamengo faz o gol?"
Torcedor: "Impossível."
Jornalista: "Impossível porquê?"
Torcedor:"Por que o Grêmio não vai entrar na área do Flamengo!!!!!!"
.

UM MEGA FELIZ ANIVERSÁRIO PRA MARIANA, MINHA AMIGA QUERIDA!
TUDO DE BOM PINTINHO!!
.
xoxo

segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Maldito Murphy

Sim, ele se fez presente no final de semana...
.
Pq dai quebrou um cano no banheiro do meu quarto - delícia... e entre discutir o que se fazia e cortar os dedos quebrando a parede, o Leandro, super feliz, arrumou um encanador pra arrumar tudo (por R$10,00, pouco bom!)
Fomos ao Iguatemi, tolice minha, almoçar as 17h...me entupi de burguer king e é óóóóbvio que passei mal. Mas não desisti...fomo ainda num rodizio de pizza com o meu irmão e flia e a irmã dele e flia... valeu pelas risadas!
.
Dai domingo pra não perder o embalo, fomos a um almoço em um salão de igreja...bem...sem comentários!
Quente, fila, a idade do publico somada dava umas 05 voltas ao mundo...
Destilando de calor, pegamos 02 potes de sorvete e viemos embora, pra desabar na cama e dar um dormidão, interrompido apenas pelos 585 cachorros que latem ao mesmo tempo e todos os meus vizinhos magal escutando som ao mesmo tempo...óóóóhhhhh gente sem fundamentoooo meu Deus!!!!
.
...
.
Me recuperando do stress!
.
Felicidades Sashaaaaa!!!!!
.
xoxo

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

"Driving to Limbo"

Eu gosto que as pessoas se gostem. Num mundo perfeito, todos os meus amigos seriam amigos e as festas seriam as melhores. No mundo real, não forço as pessoas a gostarem ou não das mesmas que eu. Até tento, mas não forço...
.
Eu fiz um curso a mais ou menos 01 ano que me ajudou a entender algumas coisas legais sobre eu e as pessoas, e uma dessas coisas é que não posso baixar a cabeça e ser intimidada - bem, isso já era bem difícil antes mesmo do curso. Aprendi com o curso que preciso me impor, ser segura, firme e correta...
.
No contexto que eu vivo e atuo tenho now how suficiente pra bater no peito com orgulho. Não, não tenho formação específica, mas meu QI elevado (os testes não mentem...) e minha capacidade argumentativa me mantém em uma ilha segura: sei o que faço e ninguém faz melhor que eu nesse contexto.
.
Não posso obrigar as pessoas a entenderem meu universo, porque nos bastidores eu sou muito pior do que pareço e as coisas não são tão amáveis quanto aparentam. Nada é tão fácil e tão sutil quanto parece nesse mundo de eternas negociações e babação...E também, como não gosto que falem mal dos meus, a partir de hoje vou me abster de qualquer comentário e me recolher à minha insignificância.
.
Por que se eu tenho problema com alguém, esse problema é só meu.
E ... "Ema-ema-ema: cada um com seus problemas" - como diria um "sábio" palestrante...
.
Xoxo

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Dentes brancos...branquinhos!

Daí né, sem muito o que fazer e com evento grande na casa, fui fuçar no orkut alheio...
.
Entrei no Orkut de uma "cliente", que fez a festa de 15 dela comigo...cara...eu me apavoro com as meninas de 15 de hoje: as roupas, o estilo, o cabelão lindo...e os dentes? perfeitos, brancos, alinhados...
Sim, pq eu com 15 era o cão chupando manga...revoltadinha, torta de tão seca, com os dentes completamente (sem exageros) desalinhados, um corte de cabelo ruim - aliás, um cabelo ruim - e um humor pior ainda. Elas não. Elas são lindas, descoladas, bem arrumadas. Mesmo as magrelas tem as pernas bonitas, umas roupas da moda. E o cabelo? Que brilho, movimento de propaganda de shampoo...
Ai, que invejaaaa!!!!
Eu quero ter 15 de novo só pra poder aproveitar tudo como é hoje!
.
Lembro da primeira festa de 15 que eu fui: antigo Sucupira Tenis Club, salão velho, pista com desnível... ela, a aniversariante, de branco-bolo e cachos, muitos cachos no cabelo loiro e liso natural. Eu, entornando ceva e me consagrando como a bebum oficial da galera...Vestido bicolor, meia fumê, salto meio-alto...Cabelo pigmaleão (um horrorrrrrr!)
E eu tô lá né... vá ceva, vá ceva, vá ceva...e começa a festa! Nooooosssaaaaa, que vontade de dançar...saí correndinho, assim, embaladinha, e encontrei um amigo no meio do caminho que, sem sapato, escorregou, se agarrou em mim e...caímos os dois no meio da pista...
...
15 segundos depois
...
30 segundos depois...
...
40 segundos depois... quando eu parei de rir e consegui levantar, olhei pra ele e disse "Tu é um retardado mesmo! Vamos beber!!!"
É...com 15 nada é feio, tudo é fácil, tudo é bom...
E agora me pego planejando os 15 da Laisinha (hahaha) e pensando em como eu vou ter que ensinar pra ela que salto agulha, degrau e álcool são incompatíveis...
Sim, pq se a genética é mesmo poderosa e infalível, o porre e o tombo são inevitáveis!
.
Viva as gurias de 28 com alma de 15!
.
Mas não me conformo que os dentes sejam tããããão brancos assim...que ódio!
.
Xoxo

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Recentemente...

...descobri que se sentir feliz por alguém que não era assim tão próximo é bom demais...

...descobri que a admiração é a irmã gêmea, só que bonita e bem sucedida da inveja. Sendo assim, não me admire...

...olhei pra trás e percebi que eu tenho mais motivos que boa parte do mundo pra me sentir completa e feliz...

...acordei certa noite e ganhei uns 20 minutos olhando pro Leandro dormindo do meu lado. Priceless...

...amigas são nossa extensão. Mas é bom ficar sozinha ás vezes...

...me dei conta de que se eu sou boa, tomo no cú. Se sou má, sou mal interpretada. Nunca gostei que me interpretassem mesmo. E pouco me importa se me mandam tomar no cú...

...me dei de conta que quanto mais feia, mais a pessoa se acha...

...olhando as comunidades do meu Orkut, depois de limpar as que não se encaixam mais, achei algumas pérolas do tipo: “Odeio gorda que se acha gostosa”, “Odeio Magal”, “Não me siga...também estou perdido” , “Eu tenho medo de mim mesmo”, "Eu não tenho noção de perigo"... É, pode ser uma besteira virtual, mas assim como um teste de PI, acaba revelando coisas da gente que a gente briga em deixar guardadas nas gavetinhas cerebrais...

...me dei conta que de todas as minhas amigas, eu sou a mais perua. Logo eu!! Rsrsrs

...descobri que é bom acordar, passar o dia, tomar banho, comprar coisas, fazer tudo, pensando na minha bebê...

...a vida se mostrou pra mim com uma perspectiva diferente de alguns dias atrás. “A poesia fez folia em minha vida”, já dizia Peninha.

... amar, ser amada, ter uma família feliz, ter cachorros e gatos, ter irmãos e sobrinhas, ter amigos me completa. E ás vezes, pra me sentir cheia, eu preciso só ficar um tantinho assim sozinha...

...percebi que o Leandro é mesmo o homem da minha vida... Eu já sabia, mas surpreendentemente, isso é diariamente renovado e o sentimento só cresce... l'amour!!!

xoxo

quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Just a little prayer...

...The moment I wake up
Before I put on my make up
I say a little prayer for you...
...
...Forever and ever
You'll stay in my heart
And I will love you...
...
Praying these days...

sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Fazendo anos!

Amanhã to de aniver...28 longos anos de pura atividade física e cerebral, várias insanidades, infinitas risadas e uma personalidade que de tão forte ás vezes me sufoca! hauhausha
.
Estou passando por um monento muito feliz e completo...e nada no mundo vai tirar de mim o sentimento de "eu sou foda" que eu tenho! hihihih
.
Amando estar grávida de uma menina, amando ser dona de casa, amando cuidar de mim e de 'nós', amando ter uma família, manter as mesmas amigas a tanto tempo, criar vínculo com as pessoas certas, estar cercada de gente que contribui para minha evolução, de várias diferentes formas...
.
Amando ser competente no trabalho, fazer o que gosta, saber o que faz, ter segurança, andar de cabeça erguida por ser quem sou e por ter o valores e princípios que tenho...
.
Ai,ai...
.
O mundo é realmente cor-de-rosa!
.
xoxo

domingo, 25 de outubro de 2009

A minha bunda é mole!

Sabe, eu me orgulho de ser uma mulher de verdade. Ta, adoraria não ter celulite e olheiras, mas amo a liberdade de não ser escrava de um padrão, de comer só salada por que eu "tenho" que me manter magra.
As pessoas me xingam pq eu sou magrela...hoje, grávida de quase 5 meses, to pesando 61 kg. Sou alta pra caramba e tenho "as duas pernas ocas" como diria a minha chefe...mas penso que, mesmo se não fosse assim tão fácil me manter em forma de "minhoca", eu ainda seria feliz e ainda estaria completamente a vontade para comer bem, não me privar dos pequenos prazeres gastronômicos e, quando puder, tomar uma birita de vez em quando...
As "escravas" sofrem muito...e eu não vou me impor um sofrimento que eu posso não ter, se a vida em si já provoca tantos que não podemos fugir...
...
Amei o texto abaixo. É Jabor. É auto-explicável (com ou sem hifen??)

E um VIVA às mulheres de verdade...
...

ARNALDO JABOR: 'A BUNDA DURA'

Tenho horror a mulher perfeitinha.
Sabe aquele tipo que faz escova toda manhã, tá sempre na moda e é tão sorridente que parece garota-propaganda de processo de clareamento dentário?
E, só pra piorar, tem a bunda dura?

Pois então, mulheres assim são um porre.
Pior: são brochantes.

Sou louco?
Então tá, mas posso provar a minha tese.

Quer ver?
a) Escova toda manhã: A fulana acorda as seis da matina pra deixar o cabelo parecido com o da Patrícia de Sabrit.
Perde momentos imprescindíveis de rolamento na cama, encoxamento do namorado, pegação... pra encaixar-se no padrão 'Alisabel', que é legal, porque todas as amigas têm o cabelo igual...
Burra.

b) Na moda:
Estilo pessoal pra ela, é o que aparece nos anúncios da Elle do mês. Você vê-la de shortinho,
camiseta surrada e cabelo preso? JAMAIS!
O que indica uma coisa:
Ela não vai querer ficar desarrumada nem enquanto estiver transando.

c) Sorriso incessante:
Ela mora na vila dos Smurfs?
Tá fazendo treinamento pra Hebe?

Sou antipático com orgulho, só sorrio para quem provoca meu sorriso.
Não gostou? Problema seu.
Isso se chama autenticidade, meu caro.
Coisa que, pra perfeitinha, não existe.
Aliás, ela nem sabe o que a palavra significa...
Coitada.

d) Bunda dura:
As muito gostosas são muito chatas.
Pra manter aquele corpão, comem alface e tomam isotônico (isso quando não enfiam o dedo na garganta pra se livrar das 2 calorias que ingeriram), portanto não vão acompanhá-lo nos pasteizinhos nem na porção de bolinho de arroz do sabadão.
Bebida dá barriga e ela tem H-O-R-R-O-R a qualquer carninha saindo da calça de cintura tão baixa que o cós acaba onde começa a pornografia: nada de tomar um bom vinho com você.
Cerveja? Esquece!

Legal mesmo é mulher de verdade !!!
E daí se ela tem celulite?
O senso de humor compensa.
Pode ter uns quilinhos a mais, mas é uma ótima companheira.
Pode até ser meio mal-educada às vezes, mas adora sexo.
Porque celulite, gordurinhas e desorganização têm solução (e, às vezes, nem chegam a ser um problema).
Mas ainda não criaram um remédio pra futilidade.

E não se esqueça...

'Mulher gostosa demais e melancia grande, ninguém come sozinho!!!
...

xoxo

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Fábula de uma menina com tranças...

...pq na vida existem as pessoas que não fazem, as que fingem que fazem, as que fazem e as que just don’t care about it...
...pq a vida é assim, uma caixinha de surpresas...
.
No ano de 1914 mais ou menos, quando eu era uma linda menina que usava duas tranças em longos cabelos, eu fazia parte de uma turma que ia participar de uma gincana interna.
Daííí, minha professora fez os grupos por ordem de chamada...e eu não queria fica naquele grupo, queria ir pro grupo das minhas amigas...
Daííííí eu cheguei em casa triste e chorando, e minha mãe ligou pra professora, pra interceder a meu favor. Claro que não adiantou. Eu continuei triste mas, curti a gincana.
Nesses dias sombrios, eu tb gostaria que minha mãe pudesse interferir.

Mas existem coisas que não combinam com determinadas faixas etárias.
.
Enquanto isso, em Sucupira City, everything is just the same... E eu sigo caminhando, cantando e seguindo a canção (eita canção longa!)
.
Pq na vida a gente ganha, perde e impreterivelmente, se estressa. Muito, sempre e com tudo. Mas não por isso perdemos a sagacidade e a morbidez de uma boa risada sádica.
.
Aham...
.
Pq eu sou legal...sim,eu sou! Eu paro na faixa de segurança, ajudo os velhinhos a atravessar a rua, amo os animais, contribuo com a limpeza da cidade, sou legal até com aquelas pessoas que tentam me derrubar. Sim, eu sei quem são. E sim, eu continuo sendo legal.
É tri vê-las se debatendo... hehehe
.
Recadinho: vai tentando...
.
Sarcástica e insuportavelmente com a razão...
.
xoxo

sábado, 17 de outubro de 2009

Quem me dizer que ser dona de casa é fácil, a partir de agora, vai levar um esporro dos grandes!

Sim,k me acho uma do lar, mas com o agravante de trabalhar aprox. 10 horas por dia, estudar 03 dias por semana, estar grávida e ser casada...

Sabe qual conclusão que eu cheguei? Não dá tempo!!!!!!

Não dá tempo de fazer tudo, ainda mais quando se mora num castelo de 500m²!!


Enfim, continuo amando minha vida de futura mãe e atual esposa...mas cansa!

.

Meu adeus para um dos meus queridos colegas de trabalho, Fábio, que foi transferido para um outro local de trabalho. Sucesso cabeção!

.

Pois no reino da maravilha, aqui, em Sucupira City, everything is just the same...

Muito caçique pra pouco índio, muita gente se metendo onde não deve, muita fofoca... ai, ai...chega fevereiro!

.

Saudade das minhas amigas (sim, que tempo!?)...Chega dia 25/10!!!

.

Caminhando, cantando e seguindo a canção...

.

Teve, dia 15/10, a Festa das Secretárias...FOI TUDOOOOO! E eu, com uma peruca quase black power preta e batom vermelho, como diria a Bianquinha, "parece a PIAF". Ta aí a foto então!

(vou tentar levar como um elogio!!!!)


Ces't la vie...e não é assim beeeem cor de rosa!!!!!
.
xoxo

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

De amor e sabão em pó...

...é assim que se faz uma limpeza! hehehe
..
De arrumação definitva após a mudança de papai e mamãe, minha home-sweet-home ta ficando um luxo!
..
Mas dá trabalho arrumar tudo...
...

Amando ser "Do Lar" essa semana!!!
.
Xoxo

sábado, 3 de outubro de 2009

De cara...

Eu fico de cara com falta de coragem, falta de tato, de bom senso, de carinho...
Me deixa puta da vida saber que uma das 'minhas' foi magoada por alguém que não merece nem uma gota de crédito.
Eu fico de cara com a falta de maturidade, com a falsidade. Porque na hora de dizer que 'AMA' é tão fácil, mas admitir que errou...ahhh...isso nunca! Nunca!
Por quê as pessoas não são sinceras?
O que realmente custa ser honesto? O que um ser humano perde, em sua cabeça limitada, ao falar a verdade?O que é que realmente passa nas cabeças das pessoas que julgam, que riem e debocham de outras quando a sua vida é uma grande piada?
Olha...poucas coisas me deixam de cara. Ainda mais nessa fase da vida, que tudo que eu vejo são sorrisos infantis e tip-tops. Mas ter uma amiga magoada, abalada, machucada por alguém cuja chance de se arrepender é grande e óbvia...é ainda mais decepcionante.
"Cabe ao sábio entender os ignorantes" já dizia alguém.
Eu nunca fui sábia... e não vou entender a ignorância nunca. Por que pra mim, ignorância é por opção, e não por falta de escolha. E aos ignorantes, só meu desprezo, nunca meu entendimento.
.
Xoxo

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

De chuva e blues...

No final o que fica são os trechos cantados em coro. A lembrança do cheiro de alguma comida, das náuseas das ressacas, das lágrimas e risos.
No final, são as lembranças que nos fazem sobreviver anos com a mesma sensação gostosa do momento.
Por que durante um tempo vivemos dos momentos efêmeros e febris, da ânsia que não passa, da necessidade de testar e provar novos sabores.
E nos próximos tempo vivemos de boas lembranças, de boas risadas, de muitas histórias. Porque tem histórias que perseguem e estigmatizam, nos caracterizam e marcam. Nos fazem pensar.
Por que no final, entre fotos e frases, fica a musicalidade nostálgica dos dias. E vamos assim caminhando, assim, nos embalando suavemente ao som de um bom blues recheado de boas lembranças...
Entre cafés e livros, fica o que um dia pensávamos saber; fica na memória a sensação que causou a primeira leitura de um poema, a música que tocou no primeiro beijo, a frase dita na hora certa, o olhar perdido quando não resta outra reação, a lágrima que teima em cair e o riso alto que não conseguimos segurar...
.
E toca um blues no fundo da minha mente inquieta hoje...

quarta-feira, 30 de setembro de 2009

humpf...

Tô cansada...
.
De mudança, com prova, muito trabalho...
Alguém puxa a cordinha pra parar o tempo e eu conseguir respirar!?
.
xoxo

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Rapidinhas II

John Boham, ex-batera do Led Zepelin, morreu dia 25 de setembro de 1980, afogado no próprio vômito, depois de consumir aproximadamente 40 doses de vodka via Hi-Fi... É...achei quem bebesse mais que eu na agonia...
...
Correria³³³³³³³... hotel bombando, eventos bombando, eu quase explodindo de tanta função... faz parte... e eu faço parte! ahsuahuash
...
Meus pais se mudam na próxima semana. Existe Síndrome do Ninho Vazio para filhos???
...
Mudança gera mudança...tô até dormindo melhor!
...
Minha irmã vem dia 05/10. Seguraaaaaa!!!
...
Caminhando e cantando e seguindo a canção!
...
E, ainda em tempo, EU SOU DO SUL...É SÓ OLHAR PRA VER QUE EU SOU DO SUL...A MINHA TERRA TEM O CÉU AZUL...É SÓ OLHAR E VER!!!!

quarta-feira, 16 de setembro de 2009

Rapidinhas

" A inconsciência é não ter consciência do teu inconsciente"
(Então tá né...)
.
"A realidade que vivemos não basta de um sonho lúcido, pois na verdade nossa verdadeira realidade é outra"
.
"Nós não somos livres, somos apenas meio-humanos, meio-máquinas vivendo de uma ilusão criada pelo social"
.
"Pq na verdade, como diz uma amigo, somos apenas mais um boi no rebanho..."
.
Com tudo isso na cabeça, vou rezar pra não fica louca tentando achar minha realidade fictícia e paradoxalmente necessária para viver uma vida que na real, não temos, mas fingimos que temos para fingir que vivemos melhor...e então fingindo, vamos vivendo (!!!)...
.
Estou bem louca hoje!
.
Xoxo

segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Depois da tempestade...

...Vem a calmaria...
.
Livre, leve e solta como uma folha ao vento, tenho apenas uma coisa a declarar:

"...Em paz com a vida, e com o que ela me traz...a fé que me faz ser otimista demais...se chorei ou se sorri, o importante é que emoções eu viviiiiiii..."
.
Algumas pessoas nascem para ser feliz, e para tirar felicidade até de pedra. Outras, vivem procurando nunca acham...
Eu faço parte do primeiro grupo!
.
xoxo

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Afffe...

"A arrogância sempre é o véu que está na iminência de ser despido para efetivamente mostrar a ignorância tal como é: nua, crua e feia de doer..."
.
Estou no meu inferno astral...
E este final de semana tenho um evento grande com uma cliente que é um porre de whisky ruim...
.
Desejem-me sorte!
E tb, se der errado, o azar é todo dela!
.
Tô sem saco e de TPM gestacional!!!
.
XOXO

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Pra PQP com 07 de setembro...

Hoje à tarde, enquanto Babalu e eu rebocávamos o escritório dele (sim, reboco, cimento e consequentemente, muita dor nas costas!), escutávamos Ipanema e tocou "Que país é esse?" do Legião Urbana.

Pois mil anos depois da música ser lançada, do vocalista ter morrido e da banda ter acabado, a música segue atual como se composta ontem...

E hoje, que deveríamos comemorar a Independência Brasileira, eu me pergunto que merda de país é esse?
Fome, miséria, corrupção, desemprego, bolsas família e a pqp...
.
É...tem coisas que não mudam mesmo!...
.

Nas favelas, no senado
Sujeira pra todo lado
Ninguém respeita a constituição
Mas todos acreditam no futuro da nação
Que país é esse?
Que país é esse?
Que país é esse?
No Amazonas, no Araguaia iá, iá,
Na Baixada Fluminense
Mato Grosso, nas Gerais e no Nordeste tudo em paz
Na morte eu descanso, mas o
Sangue anda solto
Manchando os papéis, documentos fiéis
Ao descanso do patrão
Que país é esse?
Que país é esse?
Que país é esse?
Que país é esse?
Terceiro mundo, se for
Piada no exterior
Mas o Brasil vai ficar rico
Vamos faturar um milhão
Quando vendermos todas as almas
Dos nossos índios num leilão
Que país é esse?
Que país é esse?
Que país é esse?
.
xoxo

quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Aula

...Daí ontem, na minha aula de psicologia Sócio-histórica com um cara loucão que se acha o John Lennon ( e crê, fielmente, que os beatles foram a melhor coisa que a música já produziu), estávamos falando sobre evolução (ou falta de) das coisas, a banalização do sexo, a (falta de )repressão sexual, a necessidade que as pessoas tem de se expor sexualmente, quando o loucão me larga a seguinte pérola:
"...pq hoje, sexo anal é que nem feijão com arroz...virou normal.."

Silêncio. Mais silêncio. Risinhos tímidos.
Daí ele continuou falando e daqui a pouco retomou:
"...não fiquem constrangidos, eu quis dizer que hoje em dia a prática do sexo anal é normal, é banal..."
.
E eu, do alto da minha sabedoria cartesiana e filosófica, respondi:
"Fala por ti né professor!.."
.
Risos descontrolados...
.
Ééééé bom estudar!!!
.
De volta à ativa, Graças a Deus!!!
.
xoxo

segunda-feira, 31 de agosto de 2009

"Todo mundo é capaz de dominar uma dor, exceto quem a sente."
.
Eu sei que sofres minha flor...mas não te esquece que eu te amo muito e que sempre estrei ao teu lado!
.

A ausência, a falta do toque, do saber que a qualquer momento entrará pela porta... a falta do abraço, do afago, das brigas e broncas... Os conselhos não dados...o tempo não convivido...o "eu te amo" não dito por falta de tempo, por falta de jeito...
Quando alguém que amamos morre, morre um pedacinho da gente...e fica faltando aquele pedacinho e então nunca mais somos completos. Alguns band-aids são colocados...com o tempo a ferida fecha...mas como um machucado feito a fogo, a cicatriz é pra sempre, a nos lembrar de alguém que não vai mais fazer cafuné nos dizendo pra acordar...
.
E eu, que sou uma pessoa de fora nessa situação, fico assim, sem saber o que fazer...nada do que fale vai ajudar...meu silêncio, tampouco, vai ser bálsamo...
Fica ciente que quando precisar, estou aqui minha amiga!
.
xoxo

sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Neruda em gotas...

"Someday, somewhere - anywhere, unfailingly,
you'll find yourself, and that, and only that,
can be the happiest or bitterest hour of your life."
.
...Por que eu amoooo Pablo Neruda!

quinta-feira, 27 de agosto de 2009

Dia do Psicólogo


"Ser psicólogo é uma imensa responsabilidade.
Não apenas isso, é também uma notável dádiva.
Recebemos o dom de usar a palavra, o olhar,
as nossas expressões, e até mesmo o silêncio.
O dom de tirar lá de dentro o melhor que temos
para cuidar, fortalecer, compreender, aliviar.


Ser psicólogo é um ofício tremendamente sério.
Mas não apenas isso, é também um grande privilégio.
Pois não há maior que o de tocar no que há de mais
precioso e sagrado em um ser humano: seu segredo,
seu medo, suas alegrias, prazeres e inquietações.


Somos psicólogos e trememos diante da constatação
de que temos instrumentos capazes de
favorecer o bem ou o mal, a construção ou a destruição.
Mas ao lado disso desfrutamos de uma inefável bênção
que é poder dar a alguém o toque, a chave que pode abrir portas
para a realização de seus mais caros e íntimos sonhos.


Quero, como psicólogo aprender a ouvir sem julgar,
ver sem me escandalizar, e sempre acreditar no bem.
Mesmo na contra-esperança, esperar.
E quando falar, ter consciência do peso da minha palavra,
do conselho, da minha sinalização.
Que as lágrimas que diante de mim rolarem,
pensamentos, declarações e esperanças testemunhadas,
sejam segredos que me acompanhem até o fim.


E que eu possa ao final ser agradecido pelo privilégio de
ter vivido para ajudar as pessoas a serem mais felizes.
O privilégio de tantas vezes ter sido único na vida de alguém que
não tinha com quem contar para dividir sua solidão,
sua angústia, seus desejos.
Alguém que sonhava ser mais feliz, e pôde comigo descobrir
que isso só começa quando a gente consegue
realmente se conhecer e se aceitar."
.
Eu ainda não me formei, mas com certeza irei!
.
E desejo à todas as Profissionais e às Pseudo-psicólogas, incluindo mães, amigas e cadelas amarelas, um dia muito especial e a certeza de que as palavras estão sendo ouvidas com atenção e carinho!!!!!
.
xoxo

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Renata, uma mãe de escorpião

Origem do Nome Renata
Qual
a origem do nome Renata: LATIM
Significado de Renata
Qual o significado do nome Renata: RENASCIDA.
Significado e origem do nome renata - Analise da Primeira Letra do Nome: R
Para resolver os
problemas dos outros age com muita sabedoria, já quando o problema é seu tende a sentir-se desnorteado. Isso acontece porque sente-se mais confortável em decidir as coisas sempre com a cabeça fria. Mas seu coração sempre se intromete no meio das dúvidas, e fica difícil mesmo decidir. Um bom conselho seria controlar a ansiedade nestas horas e não ter medo errar. Eis uma boa maneira de aprender.

.

Sua expressão de amor pode carecer de uma certa ternura e aberta demonstração, mas os garotos perceberão a profunda devoção que ela lhes tem e de qualquer modo sentir-se-ão emocionalmente seguros. A mãe de Escorpião não deixará que os talentos de seus filhos passem despercebidos e criem pó. Ela passará horas encorajando-os a atingir objetivos mais altos e querendo dar qualquer apoio de que precisem. Quando surgirem os problemas da juventude, os filhos encontrarão nela fortaleza e auxílio, pois seu conhecimento da natureza humana a faz uma sábia conselheira. Ela os ensinará a enfrentar as dificuldades com sua própria coragem. Mas pode ser cega às faltas dos filhos, atitude naturalmente capaz de provocar muitos problemas, se não for reconhecida e verificada a tempo. quem quer que ela imagine representar uma ameaça à felicidade deles, por menor que seja, será esmagado, e receio que isto inclua também seu marido. Não gostará, se julgar que ele é mais severo com eles do que ela acha que deve ser.

.

então tá né...

.

xoxo

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

A (Not so) Long Time Ago...

Há três anos atrás uma criança definitivamente não fazia parte dos meus planos.
Há três anos, apenas três, eu morava no exterior e tinha a vida que sempre quis: eu ganhava grana trabalhando nos mais descolados eventos da cidade, eu ia a todas as festas mais badaladas sem pagar uma ceva, eu morava sozinha e tinha meu apto decorado com a minha cara, tinha amigos que badalavam comigo o tempo todo... enfim, eu tava no momento certo fazendo o que eu queria fazer...
Daí eu tive que voltar.
E virar as costas pras coisas que eu construí não foi nada fácil. Não foi fácil voltar pra "Sucupira City" e segurar a barra de pessoas te criticando, da mudança radical de padrão de vida...
Bem, aquele ano terminou com um dos melhores reveillons de sempre e eu encontrei compania e solução pra angustia que me corrompia nos dois homens que eu mais amava na época: Jack Daniel's e Johnny Walker...
Bem, a partir daí foi uma coisa dificil de explicar... minha agonia crescia exponencialmente. As doses de whisky também... Até que minha mania de auto-destruição superou a capacidade de cura e eu fui obrigada a procurar tratamento psiquiátrico.
Remédio...argh! Mas me fizeram tão bem, que eu parei de beber mesmo...até hoje!
Daí, conheci a Carla, minha psicológa. E foi um grande divisor de águas, pq eu entendi coisas que eu já sabia, como respeito e amor próprio. Bem, terapia me faz bem até hoje!!!!
Daí, as coisas começaram a fluir naturalmente.
Reencontrei o Babalu... Parei de fumar... Casamos numa cerimônia linda...
E agora, 03 anos depois, eu não bebo, não fumo, sou uma esposa linda e dedicada (e amo isso, detalhe!) e estou esperando um bebê, que eu nem sei como é e já amo mais que tudo...
Estar grávida é uma viagem tão grande pq eu não sei o que vai acontecer. Eu não posso planejar, não sei como vai ser...
Hoje, eu penso que o que eu fazia antes parece tão errado!
E hoje eu não consigo pensar em mim sem esse contexto todo à minha volta...
.
Enfim, me sinto muito melhor agora. E seja lá o que for acontecer, eu sei que, como tudo, vou tirar de letra!
.
xoxo

quarta-feira, 19 de agosto de 2009

12 dias...

Em casa...
Fui afastada do trampo e da facul por prevenção à gripe A...
...
Vai ser bom curtir um ócio!!!!!
.
xoxo

domingo, 16 de agosto de 2009

Preguiça³³³³...

Aaaaahhhh...
Como é bom, depois de uns 04 meses, ter um final de semana in-tei-roooooo sem fazer absolutamente NADA...
.
Preguiça, sono à tarde, chimas com as amigas, brincadeira com as minhas cadelas...
.
Foi simplesmente PERFEITO!
.
.
.
UM MEGA FELIZ ANIVERSÁRIO COM TODOS OS MELHORES DESEJOS DO MUNDO PRA CARLA, MINHA PSICO-AMIGA MAIS FOFA DE TODAS!
.
Xoxo

sábado, 8 de agosto de 2009

O sussurro do silêncio...

De todas as coisas que a gente discute, o teu silêncio é o que corrói mais. É quando eu estou desesperada, pedindo uma resposta aos questionamentos que vão do mais idiota ao mais contundente; é quando a única coisa que eu sei que vai me acalmar é uma palavra tua, pode até ser ríspida ou mentira; é quando eu preciso que tu entre nos meus olhos e invada meus ouvidos com qualquer asneira que explique o problema, só pra eu saber que não sou uma idiota desequilibrada, é então nesse momento que da minha boca não sai nada além de balbucias trêmulas e irrelevantes, que tu cruza os braços e se cala....
Esse silêncio, que é capaz de se pegar no ar, é massivo e palpável, é desse silêncio que falo. E então tu te cala. E eu me descontrolo e quase te agrido de pavor e medo e raiva. E então com todas as forças que tenho naquele momento, e que não são muitas, eu te odeio.Te odeio por me deixar inconstante e por fazer eu me sentir pequena e frágil. Te odeio por precisar de tua aprovação e depender de teu sorriso pra me sentir mais viva, te odeio por ser dependente. Te odeio por que então tu me abraça e me afaga e me entende...tu me entende apesar de tudo! E enquanto eu acho que está tudo se encaminhando para a reconciliação, é então que o pior começa...é então que tu fala.
E, meu deus, essas palavras seriam melhores se não tivessem sido ditas em nenhum momento por que elas doem ainda mais que o silêncio e então minha agonia aumenta em níveis desporporcionais... Meu desespero recomeça por que então eu perdi o tino e não consigo mais discutir como a minutos antes; é por que não tenho mais forças e tu sabia disso e por isso me abraçou para me deixar ainda mais frágil e só por isso, SÓ por isso, tu começa a falar. Devagar, sistematicamente, pausadamente, em um tom que não permite revide, mas eu revido e grito...e choro e berro e esperneio e quero fazer aquilo tudo sumir de perto e de dentro de mim...
Tuas poucas certas marcantes desonestas duras palavras me desmontam e então eu rezo desesperadamente e imploro e choro de novo, suando, querendo, pedindo aos gritos silenciosos... pelo teu silêncio...

sexta-feira, 7 de agosto de 2009

Atire a primeira pedra...

...quem nunca teve vontade de raspar a cabeça!!!!
.
Siiiiim, eu já odiei meu cabelo. Teve uma época que ele simplesmente não se ajeitava...maldita adolescência...
Daí eu, esperta que sempre fui, agarrei uma mecha dele, bem no meio da cabeça e cortei pela metade...
Foi um desastre!
Então, tive que recorrer a um corte super moderno chamado "degradê" que, hoje, é tudo de bom, mas a 10 anos atrás era brega e remetia ao famoso "pigmaleão" de Farrah Fawcet!
.
Bem, tive vários apelidos por conta disso...e fiquei meio traumatizada...depois disso, cortei mesmo o cabelo e cheguei a raspar a cabeça, até, finalmente, fazer as pazes com o meu cabelo lá pelo ano 2002...
...

Pq o texto? Pq eu achei o site maissss engraçado de todos: www.dontjudgemyhair.com (literalmente, 'Não julgue meu cabelo'). Ele mostra as pééééééérolaaaasss que as pessoas usaram durante anos...
...
Vale a pena pelas risadas!
...
Outra dica: http://almanaquedaalma.blogspot.com (Carla Broecker)
Sabem o que acontece quando uma psicóloga resolve "sair do armário intelectual"? Esse ótimo blog, cheio de boas idéias e boas histórias... Vale muitoooo a pena!!!
...
Xoxo

segunda-feira, 3 de agosto de 2009

Diga NÃO!

Em conversa com alguém muito especial, que é vítima de uma coisa super comum que é a Ingratidão alheia, me dei conta de que dizer não é tão difícil.
Eu vi o sofrimento dela, em fazer várias coisas com o coração aberto e ter suas atitudes julgadas pelo excesso de carinho ou falta do mesmo.
"Se fazemos demais, trouxa. Se fazemos de menos, egoísta".
E então me lembrei de um termo próprio que eu gosto muito: Eu não me estupro emocionalmente.
Eu não me faço sofrer de propósito. Eu não invisto em relações doentias. Eu não incentivo às pessoas a me maltratrem. Eu não aceito nada a não ser a felicidade. Eu não me estupro emocionalmente.
O estupro emocional acontece quando começamos a ceder um pouco para fazer outra pessoa mais feliz. Daí a pouco cedemos mais um pouco. E mais...até que para fazê-las felizes, é necessária a nossa infelicidade. E quando não damos, as pessoas nos tomam. E então acontece...
Pouco temos controle sobre nossas ações, passamos a precisar do bem que fazemos a elas, a não se dar conta de que estamos nos machucando...
Eu aprendi a dizer Não. Porque dizer não é bom também.
Porque ás vezes, dizer não aos outros significa dizer sim às nossas vontades.
Aah...e dizer sim à nós mesmas é tudo de bom!

sábado, 1 de agosto de 2009

BBRRRRR....


Dispensa explicações!!!!
Tá muitoooooooooooooooo frio por aqui!!!!
xoxo

quinta-feira, 30 de julho de 2009

Surpresa

Ainda estupefata com os últimos acontecimentos, não dormi muito bem pensando em como ia dar a notícia no lugar que trabalho.
Digamos que não era esperado...e eu tinha que cuidar minhas reações a isso...

Cheguei nervosa, liguei pra Fê, que chor: ou no telefone e me deu o primeiro presente: um sapatinho amarelo!!!! Amei!

Daí fui à luta: contei!

E as reações foram as melhores possíveis!!

Fiquei feliz em saber que as coisas serão tranquilas, pq, no fundo, eu iria me importar se não fossem!

Agora é curtir e deixar o baby crescer!!!

xoxo

quarta-feira, 29 de julho de 2009

Sementinha...

"Tu eras também uma pequena folha
que tremia no meu peito.
O vento da vida pôs-te ali.
A princípio não te vi:
não soube que ias comigo,
até que as tuas raízes
atravessaram o meu peito,
se uniram aos fios do meu sangue,
falaram pela minha boca,
floresceram comigo."

Eu estou amando essa nova fase!!!!!!
Pra quem não entendeu, visite http://fiqueigravida.blogspot.com/

xoxo

segunda-feira, 27 de julho de 2009

Sick...



Ah eu odeio ficar doente...creio que poucas pessoas gostem, mas eu odeio...
Depois de um domingo perfeito, com direito a chimarrão com o meu gato no sol, filme à tarde e chimas com amigas pra encerrar, seguido de uma noite beeeeeeem tapada e enroscada com o meu amor, acordei com um porra de uma dor no ouvido e na garganta.
Não, não é a Gripe A (como minha mãe me olhou apavorada!!!), mas a sensação de fragilidade me irrita tantoooo...passei de molho 90% do dia e atualizei minha cota de futilidades assistindo tv o dia todo...
Que saco viu!
Meu humor melhorou com a chegada do Leandro que, pra me alegrar, me encheu de bjos e me deu uma caixa de bombom...é bem bom ter ele na minha vida!
Xoxo

Fofíssimo!


Ameeeeeeei e me dei!
Daí agora eu repasso pra Mari, Tita e Rê!
Amo vcs!
**Uma semana sabor chocolate pra todos!**
Xoxo

quarta-feira, 22 de julho de 2009

Um ombro...

Eu tenho uma amiga que sofre de amor...talvez nem ela saiba que sofre, então ela acha que só ama...se entrega, chora, ri, se isola e continua com esse amor todo, transbordando e fazendo-a se afogar...

Minha flor, tu és como uma irmã, e é por isso que me importo tanto...e pra te entender, apenas ela, Florbela Spanca...

Cuida de ti!

"Toda esta noite o rouxinol chorou,

Gemeu, rezou, gritou perdidamente!

Alma de rouxinol, alma da gente,

Tu és, talvez, alguém que se finou!

Tu és, talvez, um sonho que passou,

Que se fundiu na Dor, suavemente…

Talvez sejas a alma, a alma doente

D’alguém que quis amar e nunca amou!

Toda a noite choraste… e eu chorei

Talvez porque, ao ouvir-te, adivinhei

Que ninguém é mais triste do que nós!

Contaste tanta coisa à noite calma,

Que eu pensei que tu eras a minh’alma

Que chorasse perdida em tua voz!…"

segunda-feira, 20 de julho de 2009

Sobre amizade...

AMO TODAS VCS!!!








sábado, 18 de julho de 2009

Aprendizado

“Aprender é mudar posturas" – Platão
...
“Você tem o direito de sentir raiva, mas isso não te dá o direito de ser cruel”. Essa frase, de todo o DL, é a mais forte pra mim; por que, eu tenho muita raiva de muitas coisas, mas não tenho o direito de usar a minha raiva de forma cruel, pois sempre a pessoa mais prejudicada, quando soltamos nosso veneno em alguém, somos nós mesmos.
Hoje, surpreendentemente, passei algumas horas conversando sobre o quanto o ser humano muda e aprende. Aprende a ser mais tolerante, aprende a se estressar menos, aprende a se abrir mais.
Aprende, com o passar do tempo, que ficar quieta não significa que tu ta entregando os pontos nem desistindo, mas sim que tu cresceste a ponto de não perder tempo e energia discutindo. Sempre que brigamos com alguém, o desgaste é mútuo. Tu és ofendido, e o outro também se desgasta. Ás vezes me arrependo e no final me dou conta que de nada adianta.
De algum tempo pra cá que sou a favor e levanto a bandeira da cordialidade, da empatia, do amor ao próximo como ser humano porque estamos todos, sem exceção, neste plano, em busca de amor e evolução.
Estar aberto ao novo, a sentimentos de paz, amor e fraternidade de uma forma geral, dizer não à violência seja ela física ou emocional são algumas das formas de enxergar um mundo melhor e mais harmonioso que queremos tanto...mas não nos damos de conta que está aqui, vivo e ao alcance de nossas mãos.
Gandhi já dizia que “Nós temos que ser a mudança que queremos ver no mundo” e, agir sempre da mesma forma, com os mesmos problemas, traz sempre os mesmos resultados, por isso, mude!
Aja diferente, permita-se conhecer e agir de formas diferentes e descubra o poder que tem um sorriso aberto dado de coração.
...
Um mega beijo na bochecha, de coração, à minha flor de maracujá Mari, que está com caXumba (com X)!!! Fica bem pintinho!

sábado, 11 de julho de 2009

Amores reais com pessoas possíveis!

Vendo o trailer do novo filme do Selton melo com a Luana piovani, “Mulher Invisível” e, ainda, lendo uma piada na coluna de um escritor local sobre maridos X amantes (onde, é claro, o amante é o garanhão perfeito) me peguei pensando sobre pessoas possíveis. Aquelas que realmente existem
Em determinado ponto da piada, o “marido dorme de camiseta e cuecas” enquanto o “amante dorme nu ao seu lado”... e a mulher invisível de Piovani passa o filme realizando fetiches (deixemos claro que ela não existe, é uma manifestação do Id do Selton no filme!), daí me pergunto: e as mulheres que realizam os desejos dos homens e os maridos que são os amantes?
Por que eu gosto de pessoas reais, já falei nisso aqui mesmo antes. E gosto de dias e noites reais, de relacionamentos possíveis com pitadas de humor e um grande toque de mistério e sensualidade que, por muitas vezes, são demonstrados também por atos aparentemente ingênuos e infantis...
Em almoço com gerência e clientes mulheres semana passada, falávamos dos nossos maridos e da falta de tempo em curti-los. Certo ponto da conversa, eu tava com a cara de boba tão escancarada que a Scheila me perguntou: “que cara é essa Reka!?” pra me ouvir responder “É que meu marido, todo dia antes de sair, me dá uma cheirada no pescoço e cochicha no meu ouvido um ‘eu te amo’ que me deixa feliz o dia todo...”. Seguiram-se suspiros à mesa e uma risadinha no canto da minha boca... Eita satisfação gostosa!
...
Porque o meu marido, pra mim e só pra mim, é melhor que qualquer um, dono dos meus desejos e pensamentos...
Porque nada é mais sexy que ter alguém que te ama compartilhando a cama contigo, compartilhando sonhos, momentos, problemas...
Porque não há sensação melhor no mundo que saber que tem alguém por ti e está tão perto.

...
Ontem, dia 10/07/2009 completamos 06 meses de casados. O meu marido é real, é maravilhoso, irresistível, ele existe e me faz feliz como ninguém.
...
xoxo

=)


Um Luxo!!!! Puro Glamour!
Ganhei da minha irmã Tita!!!
Regras:
1. Deve exibir o selinho em seu blog.
2. Postar o link que te indicou: http://facoomelhorquesoucapaz.blogspot.com/
3. Listar 05 desejos de consumo que a deixariam mais glamourosa. Carro pink, eu e o Leandro, um diamante na mão esquerda e um vestido preto

segunda-feira, 6 de julho de 2009

Gavetinhas

Meu cérebro é um gaveteiro.
Explico: todas as coisas que eu sei, que eu vejo e que eu aprendo e sinto que são relevantes eu guardo em gavetas na minha cabeça. E deixo lá, fechadinhas, bem arrumadinhas e trancadas.
Daí, de vez em quando, pra me mostrar que sou humana, uma dessas gavetinhas explode e joga toda a informação guardada pra dentro da minha cabeça, me fazendo enlouquecer...
Daí a semana já começou com um furacão passando na minha casa e na minha vida...e então aconteceu: uma das gavetinhas explodiu violentamente, jorrando pro meu cérebro uma informação preciosa e verdadeira: minha irmã, certa feita, me disse uma coisa beeeeem bacana que é: "Toda mudança gera desconforto, porque enfrentamos o desconhecido e o desconhecido nem sempre é bom. Logo, enfrentamos as mudanças como uma possibilidade de coisas ruins...".
...
E fez-se a luz!
...

Xoxo

terça-feira, 30 de junho de 2009

Às melhores!

Eu faço voto e coro às pessoas verdadeiras!
...
Às pessoas que sabem o que querem, que são decididas, que são impetuosas e não tem medo da vida.
Eu agradeço a Deus pelas pessoas que se assumem, que se amam e que encaram seus problemas, seus defeitos, suas limitações com a cabeça erguida e a seriedade de um adulto e não com a tristeza infantil.
Azaaaar se o cabelo é ruim.
Azzar se os kilos estão a mais ou a menos
Azaaaaar se eu não sou o que vc quer. Na verdade, azar o teu!
Azaaaaaaaaarrrr se da vida só sugam a metade ou nada...
Eu amo as pessoas de carne e osso. As que choram, que riem, que se aceitam e QUE NÃO SE ESCONDEM ATRÁS DE OUTRA PESSOA PRA PARECEREM O QUE NÃO SÃO.
...
Eu NÃO SUPORTO gente mal amada. Pelos outros e por si própria. Pessoas cujo objetivo de vida é cuidar a vida alheia procurando defeitos nos outros sem olhar pro próprio umbigo - grande -, sem perceber que são cheias de problemas.
Gente sem objetivos claros, gente que não sabe se movimentar, que é limitada intelectualmente, que não sabe falar, que não encara a vida de frente, gente que, definitivamente, não tem lugar na minha vida. Eu não perco tempo tentando falar com pessoas assim pq não falo com gente burra.
Eu grito em prol das pessoas de verdade. Dos amigos que caem de tanto rir, que soluçam de tanto chorar, que gargalham quando não podem e dos que se entendem com um único olhar.
Eu faço coro à pessoas de verdade, que não seguem estereótipos pra agradar os outros, mas para dar à vida o que tem de melhor - e certamente receber dela TUDO em triplo.
Eu faço coro às pessoas que tem sangue quente nas veias, que se estouram e que sabem pedir desculpas quando erram; que querem mais e lutam...que são reais!
...
Às de verdade, eu me curvo em reverência.
...
Às de mentira, fiquem com a sobra...
...
xoxo

sábado, 27 de junho de 2009

The weird king of Pop!



Tá, ele era esquisito mas eu gostava dele...

Muitas vezes tentei fazer aquele giro sem fim de Smooth Criminal (e entender o que ele cantava enquanto jogava o jogo Moonwalker no video game!)

Imitei inúmeras vezes a coreografia de Thriller...

Girava e pegava "no saco" cantando 'Who's bad!?'

Achava o máááááááximo as meias brancas e sapatos pretos...

Mas o que eu mais gostava nele era os chapéus...ai, como eu adoro os chapéus dele!

Esquisito ou não, o cara revolucionou a música e a maneira de expressá-la. Ninguém cantava e dançava como ele... e não há quem ,no mundo, não tenha tentado imitar o passinho pra trás que ele fazia!!!!

Xoxo

domingo, 21 de junho de 2009

Imagine uma festa...

Agora imagine uma festa perfeita...o lugar, a luz, o cheiro, a
comida, a bebida, o clima, a cor... cheia das pessoas que você
ama, das especiais...


Imagine uma experiência sensorial única, onde cada detalhe é
explorado conforme o impacto que se quer causar...


Imagine um momento importante, um momento único, onde
um mínimo detalhe pode determinar o sucesso ou o fracasso ...


Imagine uma celebração onde você não se preocupe com nada...onde terá certeza que tudo ocorre conforme planejado, que tudo será perfeito... Imagine um evento sem problemas...onde os imprevistos são resolvidos por pessoas que sabem o que fazer...

Imaginou?
...
Aguardem news!

xoxo

terça-feira, 16 de junho de 2009

Sutilmente

Ouvi essa música num momento inóspito e abri um sorriso de engolir as orelhas...
Pensei no meu Gato, pq é exatamente assim que ele age!
Amooooo tu!


"E quando eu estiver triste
Simplesmente me abrace
Quando eu estiver louco
Subitamente se afaste
Quando eu estiver fogo
Suavemente se encaixe
E quando eu estiver triste
Simplesmente me abrace
E quando eu estiver louco
Subitamente se afaste
E quando eu estiver bobo
Sutilmente disfarce
Mas quando eu estiver morto
Suplico que não me mate, não
Dentro de ti, dentro de ti
Mesmo que o mundo acabe, enfim
Dentro de tudo que cabe em ti"


Paulaaaaa, vamos marcar minha linda!!! Saudadão!!!!

segunda-feira, 15 de junho de 2009

Como uma bola!

Eu acredito que o mundo dá voltas...
Que o que fazemos hoje reflete diretamente nos acontecimentos futuros...
Acredito que a maneira com que lidamos com as situações hoje, nos atingirá amanhã.
Acredito na força do pensamento positivo, na força que tem uma amizade, na pureza de uma palavra sincera mesmo quando ela não é exatamente o que queremos ouvir.
Acredito nos destinos - naquele que está escrito desde que nascemos e naquele que é reescrito todos os dias, conforme nosso livre arbítrio.
E acredito nisso tudo por que aconteceu comigo.
Durante anos eu fiz pouco caso dos sentimentos alheios; eu esbanjei amigos e meu lema era "I'm the best, fuck the rest" ou ainda "Fuck you! I got enough friends!". Sabem o que eu recebi em troca? Algumas traições de amigas "sinceras", vários momentos de lágrimas raivosas, solidão, bebedeira, vazio...
Bem, foram necessárias várias garrafas de Red Label pra me fazer entender que a lei do retorno triplo realmente existe.
Foi necessário que eu caísse bem ao fundo de mim e da minha vida pra entender que o universo não gira ao redor do meu umbigo e que eu não era o centro de tudo por ser 'legal' e 'tá na moda'!
Foi necessário que eu me sentisse frágil como uma porcelana chinesa pra me dar conta que as minhas ações agem diretamente na minha vida e no bom andamento dela.
Foi preciso eu me encontrar sozinha pra me achar, pra me amar, pra me conhecer...
Bem, me dei conta. E hoje à tarde recebi, como prêmio pelas minhas boas ações e bons pensamentos um presentaaaaaaaço do destino: a certeza de que Deus não dorme e que, pelo menos ás vezes, ele olha pra mim e pensa "Ta, pára um pouco de tomar na cabeça e relaxa!".
Um grande problema foi resolvido. E é claro que não tem só a ver com o fato de eu ter sido boazinha, mas acredito, e muito, que good vibes influenciam no nosso cotidiano, tornando tudo mais leve...
Obrigada senhor, por não ter me deixado na mão.
Obrigada Leandro por ter me aguentado choramingando na volta.
** Ontem, Mari, Leandro e eu (com participação especial da Sasha e da Barbara) tomamos uma garrafa de vinho dos bons, comemos pizza e brigadeiros e rimos até doer a barriga. É disso que amizades são feitas: de momentos simples e bons, nem tão raros que nos fazer chorar de saudade, nem tão assíduos que nos fazem não dar valor.
Momentos simplesmente únicos e necessários.
Amo tu Pinto!

sábado, 6 de junho de 2009

Nem lá nem cá...

Pois me sinto estranhamente excluída...



Livros, revistas, programas de tv, tudo para meninas de até 20, que ainda não descobriram o amor de sua vida e querem mais saber da próxima balada, que não andam de salto seguras e ainda gastam mais que ganham; ou mulheres com mais de 30, que tem carreiras sólidas e são mulheres em busca de um amor pra vida toda e/ou um trabalho que dê mais qualidade de vida...



Nada, absolutamente nada, para as mulheres de vinte e poucos, as que não estão lá nem cá...as meninas-mulheres como eu.



Eu tenho 27 anos, trabalho pra caralho pra justamente consolidar minha carreira, ainda faço faculdade (por um detalhe do destino!!!), faço cursos, idiomas, casei faz 05 meses, estou reformando minha casa e sinto ainda saudade do colo da minha mãe... Não sou uma mulher madura, formada, mas tb não sou uma menina insegura... não to nem lá nem cá...to no meio do caminho!



Penso nas minhas amigas, e todas estamos no meio do caminho...não somos mais meninas para fazer determinadas coisas, mas tb não somos mulheres para agir de tais formas... Nem tão velhas, nem tão novas e longe de ser adolescentes...



Tenho amigas que tem empresa, que são 'famosas', que são divorciadas, que dispensam namorados, que tem filhos... ainda fazemos happy hour, rimos de se torcer e comemos brigadeiro na panela...mas também tomamos chá na frente da lareira e falamos do passado...
Temos carros, roupas da moda e nos preocupamos com a situação mundial. Falamos de política e filosofia e...moda, sexo e frio na barriga!!!



Não entendo bem essa fase, pq me sinto um mulherão, me arrumo pra sair, uso salto, vivo maquiada, discretíssima...tenho cartões de crédito e talões de cheque, sou comedida e não gasto mais do que tenho...mas amo colocar meu pijama rosa com as meias por cima, dormir agarrada no meu marido e, na manhã seguinte, pular na cama dos meus pais, botar o nariz no pescoço da minha mãe e sentir que sou a filhinha deles...



Amo ter a força de uma mulher que sabe o que quer

Amo chorar que nem criança quando me sinto triste

Amo ter ao meu lado pessoas que me amam e entendem...



Amo ter 27 anos e não estar nem lá e nem cá!



xoxo

terça-feira, 26 de maio de 2009

Bal...

Eis que meu mundo, fruta-cor (furta-cor??) como eu acredito, cor-de-rosa como meu blog, inspirador na velocidade um caracol (!!), escorreu nariz abaixo desde segunda...peguei uma gripe, uma rinite, sinusite e mais umas 25 "ites" diferentes... que saco!
Ontem dormi com duas bolas de papel higiênico pra poder parar de 'correr' o nariz...linda e super sensual como a dona Filó (palavras do Leandro!!), respirando com a boca extremamente e proporcionalmente aberta...sensação filha da puta essa de não conseguir respirar, tossir, suar e doer a cabeça...tudo junto, como não poderia deixar de ser...
Hoje me encontro confortavelmente em casa, com meias listradas até os joelhos, enrolada no meu cobertor do Grêmio, vendo tv (meu pai ta no JA!!!)...e não pude deixar de pensar que, talvez essa gripe toda, essas "ites" todas, sejam uma súplica do meu corpinho por uma parada estratégica anti-estress...tipo:"Dá um tempo Reka!"...
De qualquer forma, parada estou e continuarei, pelo menos por hoje...
Vou ter que dar uma rasteira no nariz pra ele parar de correr!!!

xoxo

sábado, 23 de maio de 2009

Para a EX

Veja bem, um blog é um instrumento público, por isso espero que leias.
Passamos - Leandro e eu - algum tempo rindo e pensando em qual motivação leva uma pessoa a deixar recado para a família do EX. Depois de um tempo, sem entender e ainda rindo, simplesmente deixamos passar.

Tu pode estar pensando que fiquei de cara com teus sucessivos recados para a família dele. Sim, fiquei. Mas se tu me conhecesse um pouquinho saberia que não é por medo de competição (não existe nesse caso), não é por ciúme, até por que se tu tivesse um pingo de vergonha nessa tua cara feia não iria te expor a deixar recados de saudade sabendo que eras Persona Non Grata naquela casa.

Mulheres como tu, escória, vagabundas, falsas, interesseiras e capitalistas me deixam com vergonha. Mulheres sem caráter. Mulher infeliz.

Pensei em te adicionar no orkut, assim tu poderia acompanhar nossa felicidade, ver as fotos do nosso casamento (meu cabelo não parecia uma "cachopa"!), invejar nossa felicidade... mas creio que até pra ti faltaria cara de pau.

Sabe N., eu tenho pena de ti. Porque tu é uma dessas mulheres que vivem de migalhas de relacionamentos passados, onde embassadas lembranças são fonte do bem estar de uma vida claramente amarelada...

Qualquer que seja o apelido que tu atende por, qualquer que seja tua motivação, do que quer que tu se alimente,qualquer que seja o recado que tu deixar, tu é e vai ser sempre a EX.

Teu marido sabe que tu deixa recados de saudade?