segunda-feira, 15 de junho de 2009

Como uma bola!

Eu acredito que o mundo dá voltas...
Que o que fazemos hoje reflete diretamente nos acontecimentos futuros...
Acredito que a maneira com que lidamos com as situações hoje, nos atingirá amanhã.
Acredito na força do pensamento positivo, na força que tem uma amizade, na pureza de uma palavra sincera mesmo quando ela não é exatamente o que queremos ouvir.
Acredito nos destinos - naquele que está escrito desde que nascemos e naquele que é reescrito todos os dias, conforme nosso livre arbítrio.
E acredito nisso tudo por que aconteceu comigo.
Durante anos eu fiz pouco caso dos sentimentos alheios; eu esbanjei amigos e meu lema era "I'm the best, fuck the rest" ou ainda "Fuck you! I got enough friends!". Sabem o que eu recebi em troca? Algumas traições de amigas "sinceras", vários momentos de lágrimas raivosas, solidão, bebedeira, vazio...
Bem, foram necessárias várias garrafas de Red Label pra me fazer entender que a lei do retorno triplo realmente existe.
Foi necessário que eu caísse bem ao fundo de mim e da minha vida pra entender que o universo não gira ao redor do meu umbigo e que eu não era o centro de tudo por ser 'legal' e 'tá na moda'!
Foi necessário que eu me sentisse frágil como uma porcelana chinesa pra me dar conta que as minhas ações agem diretamente na minha vida e no bom andamento dela.
Foi preciso eu me encontrar sozinha pra me achar, pra me amar, pra me conhecer...
Bem, me dei conta. E hoje à tarde recebi, como prêmio pelas minhas boas ações e bons pensamentos um presentaaaaaaaço do destino: a certeza de que Deus não dorme e que, pelo menos ás vezes, ele olha pra mim e pensa "Ta, pára um pouco de tomar na cabeça e relaxa!".
Um grande problema foi resolvido. E é claro que não tem só a ver com o fato de eu ter sido boazinha, mas acredito, e muito, que good vibes influenciam no nosso cotidiano, tornando tudo mais leve...
Obrigada senhor, por não ter me deixado na mão.
Obrigada Leandro por ter me aguentado choramingando na volta.
** Ontem, Mari, Leandro e eu (com participação especial da Sasha e da Barbara) tomamos uma garrafa de vinho dos bons, comemos pizza e brigadeiros e rimos até doer a barriga. É disso que amizades são feitas: de momentos simples e bons, nem tão raros que nos fazer chorar de saudade, nem tão assíduos que nos fazem não dar valor.
Momentos simplesmente únicos e necessários.
Amo tu Pinto!

3 comentários:

Paula disse...

Ai que liiiindo!! Vamos tomar um vinho lá em casa também! Agora temos lareirinha!! ebaaaaa!!
bjs

Printipessa disse...

Lindo o texto!
Eu concordo contigo!
E essas lições ficam com a gente pro resto da vida!
Um beijo e boa semana!!

** Valeu sobre o toque das "good vibes"... tava precisando deixar tudo mais leve... hehehehe

Beijo!

Mari Schmidt disse...

Ééééééé...
Como sempre teu abraço é algo que me revigora, que me fortalece e de uma forma curiosa e surpreendente me acalma!!
Abraçar é bão tamém!!
Beijos gatamm