domingo, 19 de outubro de 2008

homo sapiens

Sábado pela manhã tive, em minha aula de filosofia, uma discussão (no ótimo sentido) sobre Fenomenos Afetivos e todas as suas conexões. Passamos pelas emoções, paixões até chegar aos sentimentos, que são verdadeiramente profundos e verdadeiros, não tão efêmeros e superficiais, nem tão loucos e obsessivos.
Por isso adoro as coincidências que me cercam. Em um momento em que me encontro completamente em crise por conta dos tais fenômenos afetivos, me cai esse tema no colo de uma forma que eu vou, com plena certeza, aproveitar por completo, através da filosofia. Sim, por que nestes dias que vivo, apenas a filosofia me toca a ponto de me fazer pensar. E como, mais coincidentemente ainda, estou estudando a Psicologia dentro da filosofia, nada soa tão perfeito.
Na tentativa de arrumar a bagunça que minha vida se tornou depois de uma discussão profissional, acabei piorando ainda mais a situação. Tipo sexta, quando fui buscar uma caixa no porta-malas do carro. Tava chovendo, o carro tava na grama. A porta do porta-malas não abriu o suficiente e deu na minha cabeça. Deixei o guarda-chuva do lado pra segurar a porta do porta- malas e é claro que ele abriu. Peguei a caixa, o guarda-chuva molhado por dentro e fechei a porta ...a chave do carro caiu no chão, acionou o alarme...além do barulho, a vergonha e o banho. Me molhei toda e ainda amassei a caixa. Não podia ser diferente, tinha que ser tudo junto!
Enfim... tentei arrumar minha situação e ela passou de ruim a sofrível... tirando o sarcástico bom humor que me rodeia frequentemente, ando completamente apática e com uma expressão doentia. Veja bem, doentia, não doente. Sabe aquela cólera no olhar que indica que a qualquer momento eu vou dar uma de coringa e incendiar um hospital...ahsuahsuahsuahsua
Sei lá...algo borbulha dentro de mim uma insanidade não tão momentânea assim misturada com um sentimento de amor fraternal despertado apenas por poucos felizes mortais (alguns de rabos abanantis, outros de cabeças latejantes...). Ando devaniando logicamente sobre milhões de coisas sem sentido pra chegar a conclusão nenhuma...
Acho que meu próximo texto vou escrever sobre sexo...é melhor, mais gostoso, mais saudável.
Na minha aula de Bases Biológicas a professora dissertou sobre a evolução da espécie humana e entre outros exemplos falou do tamanho da caixa craniana e do cérebro. Baseada nisso, e considerando que a diferença de tamanho entre o cérebro de um A. Farensis e de um homo sapiens é de 1.200cc, se eu chamar alguém de “cabeção” deixaria de ser uma ofensa pra se tornar um elogio (interrogação).

Um comentário:

Lpand disse...

"Talvez seja um dom ter uma bela idéia, mas dom ainda maior é o de descobrir um belo coração" John Forbes Nash Jr.
Meu lado lógico define "Crise" como um estágio de alternância de sentimentos, no qual um vez transcorrido nunca mais será igual à antes...tipo...não ha como retornar aos antigo padrões e a tendência do ser humano é encarar uma crise como algo ruim, com o foco direcionado nas atitudes erradas que não podem ser tomadas, isto é fato...dai eu penso...por que não focamos na atitude certa a ser tomada , será que é pelo fato de ser mais fácil simplesmente tomar uma decisão baseada em atitudes erradas...tipo...da trabalho pensar no que fazer mas como eu já sei o que não fazer então esta resolvido, crio um solução paliativa baseada em erros para mascarar uma determinada situação...sabia que Quando escrito em chinês a palavra crise compõe-se de dois caracteres: um representa perigo e o outro representa oportunidade. Desta forma eu quero que saibas que estou do teu lado para o que der e vier, independente das 46952365987 “Crises” que possam aparecer no nosso caminho eu quero que tu tenha plena certeza de que eu estou do teu lado neste barco de 2 remos, onde um sempre vai auxiliar o outro remando em sincronia para que nosso barco não ande em círculos, e sim, sempre em frente....
TE AMOZÃO...MEU ENCAIXE PERFEITO.....
OBS:“A MENTE QUE SE ABRE A NOVAS IDEIAS NUNCA VOLTA AO SEU TAMANHO ORIGINAL “(Albert Eisten), enfim, ser cabeção pode ser usado como elogio.....heheheheheh.....
Todos Bjos....