sexta-feira, 21 de novembro de 2008

E Deus com isso???

Moça, foi deus. Graças a deus, gra-ças-a-deussssss, meu deus, meu senhor que meu filhinho conseguiu um emprego...sabé né, não é lá grande coisa, é tipo “pau-pá-toda-obra” na firma, disse que vai tê que fazê de tudo se quizé crescê lá dentro. Mas obrigadu meu deusinho amado abençoado, por que foi pur causa do senhor que ele conseguiu...moça, agora ele pode sê alguém, pode tê futuro e não sê um Bêbado como o pai dele, tê um trabalho.Ah, ele conseguiu com um político aí, esse home que conhece todo mundo...
...
Moça, meu filhinho já ta melhor, graças a deus. Agora já é empregado de fato, com carteira assinada e tudo. Ganha mais um pouco de dinheiro todo mês e já pude melhorá um pouquinho a minha situação. O barraco ganhou uma faxina daquelas e umas cor esquista nas parede, coisa das modernidade da vida. Ele sempre me diz que a gente tem que se modernizá, eu acho tudo isso uma besteira mas digo sim por que, tadinho, trabalha tanto...
...
Moça, a Sra. vê né, já faz quase 02 anos na mesma empresa, o menino é tão responsável, não falta um dia, anda todo embecadinho, arrumadinho, todo fresco quase. Outro dia falei pra ele que ele tava cheio de mania, que tinha que ser humilde e ele só pensa em crescê, crescê...embestou agora que quer mudar de casa e me levar junto, que o barraco é pequeno e feio e velho e fedorento, que ele já ganha melhor pra ter uma casa melhor...eu aceito, vou dizer o quê, ele trabalha tanto e se esforça tanto que merece mesmo se “dar bem na vida”. Embestou agora que eu tenho que estudá, pra aprendê a falá direito. Posso, estudar?Eu, uma veia sem futuro? Mas não vou dizer não por que, tadinho, trabalha tanto...
...
Bom, to estudando faz algum tempo e é bem verdade que tudo melhora. A gente se mudou do barraco pruma casinha melhor, na mesma vila, mas é de tijolo sabe, alvenaria, toda cheirosinha e bonitinha. Eu tenho até um quarto separado, com porta e tudo, e guarda-roupa, imagina eu com guarda-roupa e porta no quarto. O guri anda bem, trabalhando tanto, tadinho, chega cansado, come e dorme. Nos fim de semana sai pras festa, quer dizer “pras festas”, por que agora eu estudo tenho que falar direito, então, ele sai e volta tarde meio cambaleando e sempre com umas meninas diferentes...eu não digo nada por que se não ele briga comigo e diz que quem paga é ele, e que aquelas são só um, como é mesmo que ele diz, um “passatempo”. Palavra bonita. Eu fingi que entendi, mas a verdade moça é que não entendo é nada dessa vida...mas fico quieta por que ele me dá roupa e comida da boa moça, da booooaaa e tadinho, trabalha tanto....
...
Bom, o que posso lhe falar. Passaram-se quase 05 anos desde a primeira vez que nos falamos e muitas coisas mudaram. Sim, meu português melhorou muito e agora já não sinto vergonha em conversar com as pessoas. Fiz cirurgias plásticas por que o meu filhinho queria a mãe bem bonita pra apresentar pras pessoas. Ele até namora uma menina de família boa e me fez jurar que nosso passado deve permanecer esquecido. Ele trabalha tanto...mas também, comprou uma casa grande e carro, anda bem vestido e tem uma vida boa. Trabalha tanto, o pobre...tenho tanta pena por que, afinal, não faz nada além de trabalhar. Até viajar a trabalho ele viaja, já conheceu vários lugares. O mérito? Todo dele, sem dúvida. Ele merece cada centavo desse preciosa dinheiro. Deus? Deus???? Mas, minha querida, o que deus teve a ver com isso?

3 comentários:

Euzinha disse...

É... às vezes a gente até esquece de agradecer pra Ele tudo que temos...

Cami disse...

POis é. Veja o que faz o maldito dinheiro, a ganância, o poder na vida das pessoas.

Affff. Isso tudo me revolta porque a cada dia ficamos mais perto da mesquinhez e mais longe da gentileza, da humildade.

Esse texto é um bom alerta!
Parabéns!

beijão!

Mari Schmidt disse...

Muito bom o texto chefa!!!

Mas, mudando um pouquinho de assunto: tu terias um termometro para me emprestar???

HHahahahahahah...

Já postei no blog. Olha lá e se divirta-se a si mesma sozinha!!!

Hahahahahahah..

Beijão